SEJA BEM VINDO, NESTE BLOG VOCÊ ENCONTRARÁ MILHARES DE ARTIGOS RELACIONADOS A MÚSICA.


"PARA SE TORNAR UM BOM MÚSICO É NECESSÁRIO UM POUCO DE TALENTO E INSPIRAÇÃO, MUITO ESTUDO E PERSEVERANÇA, HUMILDADE PARA RECONHECER AS SUAS DEFICIÊNCIAS E MUITO ESFORÇO PARA VENCE-LAS".


______________________"BOHUMIL MED"____________________


=== PARTITURAS PARA TODOS OS INTRUMENTOS =====

===   PARTITURAS PARA TODOS OS INTRUMENTOS  =====
PARTITURAS PARA TODOS OS INTRUMENTOS

ARTIGOS SOBRE MÚSICA

ARTIGOS SOBRE MÚSICA

***** PARTITURAS PARA TODOS OS INTRUMENTOS ************

ESTA SEM TEMPO PARA BAIXAR? ADQUIRA JÁ O SEU.

- Mais de 30 métodos para Flauta tudo em PDF.

- Milhares de partituras eruditas em pdf.

- Playbacks para tocar acompanhado.

- Partituras de musicas populares em formato Encore.

R$29,90 COM FRETE INCLUSO

== CLIQUE AQUI PARA COMPRAR PELO MERCADO LIVRE.

COMPRE TAMBÉM COM SEU CARTÃO DE CRÉDITO PELO PAGSEGURO.

==== COMPRE SUA COLEÇÃO AGORA - MERCADO LIVRE ====

==== COMPRE SUA COLEÇÃO AGORA - MERCADO LIVRE  ====
MERCADO PAGO

* * Aprenda a fazer download no 4shared.

=============MUSICALIZAÇÃO INFANTIL====================

==>postagens<==

Postagens populares

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

CLARINETE - DICAS DE SOM E RESPIRAÇÃO

-->

O Som
Uma das maiores dificuldades para o aluno que inicia os estudos em clarinete está relacionado com a emissão do som. A qualidade do som depende essencialmente de três fatores:
· Físico
· Técnico
· Material
O factor físico engloba todas as características do aluno, desde a sua estrutura física (altura, peso, etc.), até à especificidade da sua embocadura (lábios, maxilar). Desta forma, quando um aluno começa a aprendizagem do clarinete, o professor deve ter em conta as suas características pessoais, e a sua pedagogia deve contemplar uma adaptação ao indivíduo, de maneira a que cada um encontre a forma de tocar que o faça sentir melhor (tocar naturalmente).
No que respeita ao fator técnico, podemos dividi-lo em duas componentes base: a embocadura e a coluna de ar; assim, é através de uma correta colocação da embocadura na boquilha que a emissão do som vai resultar ou não. A coluna de ar determina a duração, intensidade e cor do som (timbre); a pressão rápida do ar origina um som timbrado e cheio. Logicamente, a interrupção da coluna de ar dará origem à interrupção do som.
Finalmente, o fator material está relacionado com a qualidade e/ou adequação dos materiais utilizados; deverá existir compromisso entre as características físicas do indivíduo e o tipo de instrumento e acessórios usados. No que respeita à escolha de boquilha e palhetas (parte primordial para a emissão do som), estas devem seguir uma lógica baseada no tipo de abertura da boquilha: quanto mais aberta for a boquilha mais brandas deverão ser as palhetas, e quanto mais fechada mais fortes deverão ser. No entanto, os três fatores mencionados não podem ser dissociados, o que faz com que não existam regras estanques, uma vez que cada indivíduo deve escolher o material que o fizer sentir melhor no seu desempenho como clarinetista.
A Respiração
A emissão do som é a primeira etapa das muitas que compõem o estudo do clarinete. Como base teórica (e técnica) para os primeiros sons, o aluno deve compreender o mecanismo da respiração, uma vez que o clarinete exige um grande controle da produção do ar, que leva à emissão do som. Podemos dividir o processo da respiração em dois momentos: o primeiro é o movimento da inspiração - o indivíduo aspira o ar através da boca (e nariz) e armazena-o nos pulmões (caixa torácica); o segundo é a expiração, que se realiza por meio de uma coluna de ar, apoiada pelo músculo diafragmático que irá ser expelida pela boca e com a sua passagem pela palheta (e boquilha) transformará as vibrações em sons com alturas determinadas. Com a experiência, o aluno compreenderá a relação quantidade de ar / altura do som, que deverá estar sempre presente.
Os primeiros sons
O emitir do som no clarinete deve estar baseado numa atmosfera de descontração e “relaxe”. O aluno não deverá estar preocupado com alturas definidas, posições da mão ou outros fatores, mas sim com a coluna de ar e posição da embocadura. Desta forma, os primeiros sons deverão ser experimentados na boquilha mais barrilete, ambos separados do instrumento, libertando o aluno de qualquer pressão. Através de sílabas tipo TE ou TA, o aluno deve procurar o som e a partir do mesmo usar diferentes durações.
Após atingido o objetivo de emissão do som através da boquilha, é proposto ao aluno um novo desafio: as alturas definidas. Começando com a dedilhação da mão esquerda o aluno deve iniciar a aprendizagem do mecanismo superior, uma vez que são notas com posições simples, o que facilita a emissão do som. Uma vez consolidada a técnica referente à mão esquerda, o professor deve iniciar o aluno nas dedilhações da mão direita, seguindo-se a mudança de registro e o registro médio e agudo do clarinete. Apesar de parecer bastante simples, é de grande importância que o aluno faça uma correta aprendizagem da técnica de base, visto ser desta que irá resultar o seu futuro desempenho musical. Assim, a técnica é o que, lado a lado com a qualidade do som e expressão musical distingue o clarinetista.
O aluno deve ganhar hábitos de trabalho sério, quer no estudo individual, quer na performance do trabalho de conjunto. Assim, o professor, como o primeiro elo de ligação do aluno ao seu instrumento, deve promover ambas as vertentes, podendo ser ele o primeiro grupo de câmara do aluno, incentivando-o assim à performance de conjunto, promovendo as capacidades de audição, afinação, improvisação e integração musical. Este tipo de trabalho ajuda o aluno a explorar as potencialidades do seu instrumento, através de uma conjugação com outros da mesma família (qualquer que seja a formação - trio, quarteto, quinteto, etc. ), levando-o a partilhar experiências e truques; será enfim,um emergir no mundo do estudo do clarinete.
Autor: ENELRUY FREITAS LIRA

SE ESTA A PROCURA DE PARTITURAS PARA CLARINETE
NÃO DEIXE DE CONHECER ESTA SUPER COLEÇÃO



5 comentários:

Felipe Pinheiro disse...

kra seu blog é bom d+ parabens me deu ate algumas ideias pro meu parabens otimo trabalho

Anônimo disse...

parabens pelo Blog profissional...

pus nos favoritos aqui..

DINHA disse...

Cara parabéns pelo blog
ta de mais muitas ideias
geniais e otimos metodos de estudos
parabens mesmo.
Continuem sempre assim.

MariaDS disse...

És muito giro, se eu tivesse um marido assim mais valia, o meu marido bebe demais e trata me mal, sou Maria Dias Silva, vivo em Portugal, sou casada e tenho um filho parecido a si lindissimo, sou flautista, já actuei em vários países e tenho 37 anos sou magra, bonita, mas tenho um pequeno problema mãos! Parabéns por este blog, tem tudo o que precisa para um aluno estudar, principalmente o meu filhinho de 6 anos! Até lhe estou agradecida!

Anônimo disse...

Ai pessoal, esse link contem metodos para clarineta.